Joomla project supported by everest poker review.

Angola / Angola comprehensively

 

 

 

 

Angola comprehensively

 

2017

 

 

line-pattern

 

 

 

FESTIVAL DE DANÇA

Dom de Deus, Dom da Dança, 7ª Edição 

                                                                               

Vem ai o Dom de Deus, Dom da Dança 2017 

No dia 29 de Abril, o mundo inteiro comemora o dia internacional da dança, pois neste dia se celebra o reconhecimento de Jean-Georges Noverre, como um grande percursor do desenvolvimento da arte da dança.

E com isso, nós da escola Alpha-Omega não poderíamos deixar passar em branco, estamos a preparar uma serie Workshops de dança com modalidades como Zumba, Hip-Hop, Jazz e Contemporâneo, para crianças, adolescentes e adultos que queiram experimentar e conhecer novas modalidades de dança.

O grande objectivo desta actividade é chamar a atenção a outros estilos que podem ser praticados pelas diferentes idades sem deixar de lado a nossa identidade cultural, mostrando que dançar faz bem e é uma forma saudável de divertida de dedicar o tempo que temos.

Os workshops serão realizados no dia 29 de Abril com inicio as 09:00hrs e termino as 15:00hrs, Com o seguinte programa:

  • 09:00-10:30 Aula de Zumba (Instrutora Antónia Inglês, Angolana)
  • 10:30-12:00        Aulas de Jazz (Professora Elizandra Bernardo, Angolana, formada pela escola de dança Alpha-Omega)
  • 12:00-13:30 Aulas de Hip-Hop (Prof Kenny, Angolano, um dos vencedores do concurso "Street Dance Cuca")
  • 13:30-15:00        Aulas de Contemporâneo (Prof Aneth, Angolana Formada no Brasil pela faculdade Angel Viana) 

Poderão participar crianças dos 03 até 17 anos de idade

Após os worshops, ainda teremos uma competição de dança infanto-juvenil com início para as 16:00hrs e termino as 18:00hrs.

O local escolhido é o auditório da escola Nzinga Mbande

Nossos contactos  

Telefones:+244 924219391/+244 917051709

Email: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Website: www.alphaomegadanceschoolangola.com

Esperamos por si para fazer parte desta grande festa, com muita diversão, aprendizado e muitas surpresas.

Deus vos abençoe                                                                                             

A direcção                     

 

 

line-pattern

 

 

 Nota de Imprensa

Para assinalar o DIA MUNDIAL DA DANÇA, a Companhia de Dança Contemporânea de Angola vai abrir as portas ao público, com o objectivo de partilhar o trabalho diário de um bailarino.

A sessão terá lugar no dia 29 de Abril (sábado), pelas 15.30 Horas, na sede desta companhia, sita na Rua 11, Futungo II (perto do Centro de Convenções de Belas) e é de entrada livre.

Durante a tarde, os presentes irão assistir ao vivo às diferentes etapas de trabalho de um bailarino profissional, tomando contacto com uma exigente e rigorosa rotina (aulas, ensaios e espectáculos), cuja essência é ainda mal conhecida em Angola.

Será também apresentado um documentário sobre a existência e as realizações desta companhia histórica e, para aqueles que o desejarem experimentar, será oferecida a oportunidade de aprender e dançar um fragmento de uma coreografia do repertório da CDC Angola. Por isso, pedimos a todos que venham vestidos com roupas práticas e confortáveis.

Ao mesmo tempo que se celebra o dia dedicado à dança em todo o Mundo, este evento visa incrementar a sensibilidade e a educação artística da sociedade, contribuindo para a educação do gosto do público, incentivando-o à apreciação estética e ampliando os seus conhecimentos culturais.

A CDC Angola informa que, por respeito às normas de conduta que vigoram para as aulas e ensaios de dança, a entrada de público será interdita a partir do início da actividade.

Informa ainda que é expressamente proibido fotografar e filmar.

Gabinete de Divulgação e Imagem, da CDC Angola em Luanda, aos 24 de Abril de 2017

 

2017 CDC Mensagem Dia Mundial da Dança

CDC Angola Nota Imprensa RuiTavaresCDC 2

IMG 4084

 

 

DIA MUNDIAL DA DANÇA

Mensagem da Companhia de Dança Contemporânea de Angola

A dança, considerada uma das mais antigas manifestações humanas, constituiu nos seus primórdios uma expressão natural de sentimentos e de estados. Porque o espaço geográfico e os contextos sociais, culturais e temporais influem na sua essência e diversidade, a dança foi, ao longo dos tempos, explorando o seu campo semiótico, experimentando um poder interventivo de grande relevo social. Os novos desafios a que se propôs posicionam-na hoje num lugar de destaque entre as outras formas de Arte.

Organizada de acordo com os seus distintos campos de acção, ela existe hierarquizada numa multiplicidade de categorias e de géneros, nas suas vertentes patrimoniais, rituais, terapêuticas, lúdicas ou cénicas (profissional). Esta última, integra a dança clássica, moderna, contemporânea, teatro dança, t-dance, que vão surgindo integradas nas novas correntes artísticas ou fusões entre diversas linguagens. A dança não exclui outras formas como as danças sociais, as chamadas street dances ou mesmo a dança inclusiva que se revelou uma forma de integração da diferença.

 Muitos foram aqueles que, ao longo da história contribuíram para o desenvolvimento da dança, tendo a UNESCO, escolhido Jean-Georges Noverre, dada a importância do seu legado. A 29 de Abril de 1727 nascia aquele que viria a ser o grande responsável pela profissionalização e autonomia da Dança enquanto Arte. De espírito contestatário e incompreendido pelos seus contemporâneos, este coreógrafo francês criou o ballet d’action, dando à dança um novo estatuto, com conteúdos próprios, acção, enredo e um conjunto de normas e de princípios. As suas reformas passaram também pela obrigatoriedade de formação dos bailarinos e dos coreógrafos, com o estudo de diversas disciplinas complementares como a poesia, a história, a geometria, a pintura, a música e a anatomia, entre outras. Foi, inquestionavelmente, Noverre que deu à dança cénica os parâmetros com que chegou aos nossos dias, sendo uma das mais exigentes formas de expressão artística.

Trabalho aproximado foi levado a cabo em Angola pela Companhia de Dança Contemporânea de Angola, uma das primeiras companhias do género a surgir em África. Numa acção pioneira em Angola, introduziu novos conceitos, desenvolvendo diferentes abordagens e novas estéticas. A CDC Angola apontou, pela primeira vez na história do nosso país, um outro rumo e um outro estatuto para a dança angolana. Apesar das dificuldades decorrentes do choque provocado por aquilo que é diferente e desconhecido, mas sem nunca desistir, escolheu o trilho arrojado da abertura e da inovação, sustentando a dança na sua disposição intelectual de intervenção e modificação.

Há 25 anos a mostrar que Angola pode e deve integrar o movimento contemporâneo universal das Artes, esta companhia tem sido reconhecida como um instrumento basilar de diplomacia, acreditando contribuir para que o Mundo olhe para África com maior grandeza. Para o efeito, defende o profissionalismo como único caminho para a qualidade e progresso das artes em Angola.

Mas, apesar de todos os esforços efectuados durante séculos, ainda hoje (em alguns países mais do que noutros), esta expressão artística é olhada de forma redutora e limitada ao plano da recreação. Não existe uma verdadeira noção quer do papel social, quer do trabalho e do sacrifício que as profissões da dança compreendem. Efectivamente, além dos cerca de 8 anos de formação, o bailarino, tal como um atleta “feroz” e “insaciável”, dedica toda a sua vida à carreira, num caso singular de constante aprendizado e permanente desafio. Apesar da manutenção do corpo que garante a qualidade da sua prestação técnica, ele tem de possuir capacidades inatas, ao que se acrescentam outras valências como a sensibilidade artística, uma cultura abrangente, conhecimentos musicais ou mesmo o ouvido apurado, sendo fundamental um olhar crítico e a atenção ao que se passa em seu redor.

Embora a carreira de bailarino seja relativamente curta, dado o desgaste físico e psicológico, existem outros profissionais, como o mestre de dança, o ensaiador ou o coreógrafo que são fundamentais para garantir a qualidade, a continuidade e a visibilidade aos que dançam. E é a eles, aos “invisíveis” mas indispensáveis de todos os países do Mundo que este ano a CDC Angola dirige a sua vénia.

Saudações coreográficas!

Gabinete de Divulgação e Imagem da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, em Luanda, aos 27 de Abril de 2017

 

 

line-pattern

 

 

No âmbito do Projecto Corrente Dançante, que visou saudar o dia mundial da dança, decorreu a 1ª Conferencia de Dança “Passos Cruzados” de 15 à 29 de Abril, numa iniciativa do Movimento de Revitalização da Dança em Angola (AMORD), em parceria com o Ministério da Cultura, proporcionando a troca do conhecimento entre bailarinos, coreógrafos, professores, monitores e o público em geral.

Como primeira abordagem sobre o ciclo de formação, a 1ª Conferência ``Passos Cruzados´´ se propôs por iniciar com Tema: A Composição na Dança que se resume academicamente pelo termo: COREOGRAFIA como foco principal que em estreita ligação com os outros temas abordados nas Oficinas e Palestras de forma geral se relacionavam, influenciando para que se chegasse a um trabalho coreográfico ou criativo de excelência.

I - TEMAS DO WORKSHOP E ORIENTADORES

 

  1.  Processo de Criação em Dança Contemporânea
  • Aneth Silva
  • Elizeth Rodrigues
  • Miguel Carlos
  • Huila Samara

  1. A Criação na Dança Folclórica Como Obra de Arte
  • Laritza Salomé
  • Ana Maria Vieira Dias Tomas
  • Euclides de Moura

  1. Ferramentas Básicas para Composição Coreográfica nas Danças Recreativas.
  • Laritza Salomé
  • Tukayana da Costa
  • Dino Mandamba

 

  1. Processo de Criação nas Danças Urbanas
  • Mauro Gama
  • Orlando Manuel
  • Avelino António

II – TEMAS DAS PALESTRAS, PROLECTOTES E MODERADORES

  1. A Dança no Processo do Ensino e Aprendizagem.
  • Minerva Jaka
  • Manuel Vieira Dias Tomás

  1. A Internacionalização das Danças Angolanas e Gestão de Carreiras (Individual e Colectivas)
  • Diogo Colombo
  • Manuel P. Vieira Dias Tomás

  1. Elementos Para Produção de Espectáculos de Dança e Direcção Artística
  • João Vigário 
  • Inocêncio José de Oliveira
  1. Critérios de Organização e Classificação no Desfile Competitivo do Carnaval de Luanda (do detalhe técnico a criatividade do grupo).
  •  Manuel Gonçalves
  • Domingos Lopes
  • Inocêncio José de Oliveira

III - Testemunhos de Bailarinos, Coreógrafos, Professores e Antigos Praticantes

  • Ana Maria Vieira Dias Tomas – Directora Artística do Ballet Tradicional Kilandukilu
  • Huila Samara – Bailarina e Professora
  • Alberto de Jesus (Jorix) - Bailarino e Professor
  • Laritza Salomé – Bailarina e Professora
  • Hélder Domingos (Bando) – Antigo Bailarino do Ballet Nacional de Angola

PARTICIPANTES NA CONFERENCIA

  • Professores, coreógrafos, prelectores, publico em geral num total de 91 integrantes.

LOCAL DE REALIZAÇÃO

  • Museu de História Natural

Este projecto teve o seu início com a apresentação pública na Trienal de Luanda (Palácio de Ferro), na presença da Ministra da Cultura de Angola Dra. Carolina Cerqueira, com apresentação de 2 espectáculos nos dias 21 e 22 de Janeiro e contou com a participação dos Grupos e companhias de Dança dos mais variados géneros desde danças urbanas, contemporânea, recreativas e danças folclóricas, exibidas pelos Grupos Lambada do Kinaxixi, bailarinos a solo, B – Dance, Alunos e Professores do Isart, Alunos e Professores do Ceart, Bailado Tuatocola, Vidarte, Elenco Dance, Koleno Dance, Lendários, B.E.D, New Dreans Crew, Kussanguluka, Grupo Pende, Ballet Tradicional Kilandukilu, Colectivo Experimento 16, Full Moon, Horizonte Dança, Real Dance e Mil Breaks, tendo mobilizado 180 integrantes cujo titulo do espectáculo se denominou “Ninguém Para o Vento”.

O Movimento de Revitalização da Dança em Angola (AMORD)

Manuel Pedro vieira Dias Tomás

Coordenador

Aneth Priscila da Silva

Coordenadora Adjunta

 

 

line-pattern

 

 

 


 

 

2015

 

 

 

line-pattern

 

COMPANHIA DE DANÇA

CONTEMPORÂNEA DE ANGOLA,

AOS 29 DE ABRIL DE 2015

 

CDC Angola Foto Rui Tavares

 Photo: cdcangola | Rui Tavares

 

Companhia de Dança Contemporânea de Angola
Tel: 00244 926569169
http://www.cdcangola.com/

 

 

line-pattern

 

 

 

 

Dance Day        يوم الرقص       Journée de la Danse       舞蹈日       Día de la Danza       День Танца 

a program of the International Dance Council CID at UNESCO
the official organization for Dance world wide
www.cid-portal.org    www.cid-world.org

Thursday the 29th. Design by JoomlaTemplateMaker.